Imagem Ilustrativa.

O atual prefeito Zado, adquiriu em outubro do ano passado um Conjunto Britador móvel com vários equipamentos pelo valor de R$ 559.500,00, para produzir até 85m³ por hora de pedra britada, com a promessa de atender toda a população, principalmente os agricultores que precisassem de pedra brita para seus pátios.

Todavia, o surpreendente é que foi publicado no Diário Oficial em 13.12.19, a aquisição de quase 40 mil metros cúbicos de pedra brita pelo valor de mais de 2,4 milhões, sendo R$ 1.189.432,84 da empresa V. Campos & Cia Ltda. e, R$ 1.238.250,00 da empresa Athenas Pavimentações e Obras, sendo que esta última, a qual informa que tem seu endereço no Prolongamento da Rua Argentina s/n, pertence, segundo dados cadastrais de Receita e assinatura de contrato, a Nilton João Beckers, denunciado e posteriormente delator da “operação Pecúnia” da Polícia Federal em que aparece em pagamentos ilegais o ex-prefeito de Foz. Reni Pereira.

Os vereadores e população devem ficar atentos e fiscalizar para quem e, quando será distribuído essas pedras. Afinal, todos sabem que inúmeros “lançamentos de programas”, tais como pedra brita, horas máquinas, calcário, areia, materiais de construção, cadastramento de habitações, etc, etc, ocorrem no ano anterior as eleições, tudo para que depois não se venha alegar que tais “programas” distributivos, não sejam para fins eleitorais ou manipulação de voto. Afinal, segundo entendimento dos tribunais, “programas” concebidos no último ano eleitoral, não caracterizam “direcionamento” eleitoral. Todavia, pelo que se observa o “modo operado” esta escancarado, basta acompanhar o Diário Oficial destes último mês, e vem mais.

Deixe uma resposta