É de conhecimento de todos as inúmeras promessas de revitalização da Praça do Colono, a qual deveria ser um símbolo da homenagem justa aos principais geradores de riqueza do nosso Município.

Aliás, havia a promessa de que ali iria se instalar a casa de madeira disponibilizada ao Município pela familiar Schierholt para a transformação de um espaço cultural em memória aos pioneiros, mas a própria estátua do pioneiro está abandonada.

Mas o descaso chegou a tanto que um munícipe santa-helenense, morador desde antes da criação da praça, trouxe a redação da Folha, o fato de que as formigas cortadeiras, agora estão fazendo sua moradia e tomando conta daquele espaço.

Por falta de orçamento não é, já que o Município terá uma arrecadação maior do que o previsto, mais de 40 milhões, ultrapassando aos 200 milhões neste ano de 2019.

Desta forma, o morador cobra da administração municipal providencias cabíveis, uma vez que a total responsabilidade do zelo é de cunho do município.

Deixe uma resposta