Após várias queixas de frequentadores, a FOLHA foi conferir as ciclovias do Município, especialmente as que ligam os distritos de Esquina Céu Azul e de Sub Sede.

De fato constatamos que estão praticamente no abandono desde a sua construção que ocorreu há mais de duas gestões atrás.

Sem dúvida as ciclovias ligando aos distritos foram um marco e, deveriam ser melhores ou pelo menos conservadas, mas não é isso que está ocorrendo.

Especialmente a ciclovia no trecho entre a Polícia Rodoviária e o Parque Industrial Cirilo Caumo, a qual tem evitado inúmeros acidentes, e merecia uma melhor atenção, pois conforme as imagens, está cheia de buracos e imperfeições, terra e grama tomando conta da via, e sequer foi concluída no trecho entre a Rua José Bierdof e a Polícia Rodoviária e do Parque Industrial até o Distrito de Esquina Céu Azul.

O mesmo ocorre com a ciclovia que leva ao Distrito de Sub Sede, cujo fluxo de ciclistas e praticante de esportes, é ainda maior, especialmente no verão.

Aliás, tanto uma como outra ciclovia, é intensamente usada por trabalhadores de Sub Sede que prestam serviços no comércio da cidade, como os que vão trabalhar nas indústrias do Parque Cirilo Caumo.

Não há outra explicação a não ser a falta de visão dos administradores públicos, uma vez que as ciclovias, além de proporcionar facilidade e segurança como meios de locomoção econômico, também servem como meio de laser e saúde. Aliás, Santa Helena tem um dos maiores grupos de adeptos do ciclismo da região, mas todos os dias enfrentam os buracos e, consequentemente, a insegurança nos trajetos das ciclovias devidos o intenso tráfego da rodovia.

Por falta de recursos é que não é, pois já foram gastos perto de 30 milhões em “lama asfáltica” e mais de 30 mil horas máquinas contratadas, quando para a melhoria das ciclovias e adequação, inclusive, com o escoamento da água e terra da pista, não custaria mais do que 100 mil reais.

Mas enquanto essa consciência não chega, os ciclistas vão ter que conviver e correr constantes riscos com buracos, elevações, pedriscos e terra escorregadia com o escoamento da água, grama invadindo e perfurando a camadas asfálticas causando degradações, bem como com o lixo e resíduos de toda espécie.

Deixe uma resposta