O troca-troca de secretário e chefias da saúde, é tão rotineiro e rápido quem ninguém sabe quem foi o último secretário ou secretária. Por si só dão uma amostra da incompetência da atual gestão, que sequer conseguiu concluir e funcionar o novo posto de saúde e o atendimento 24 horas, está sendo feito numa das piores estruturas da região. Assim, os reflexos dessa incompetência administrativa na saúde, tem sido sentido no dia a dia pelos cidadão. Apenas três casos narrados na semana, aqui para o Portal da Transparência da Folha, ilustram a desconsideração com o cidadão: um diz que pegou a ficha de consulta as 8 horas e só foi atendido perto das 14 horas; outro diz que pegou a ficha por volta do meio dia e foi atendido as 20 horas. Já outro senhor idoso com câncer que precisar trocar de curativo constantemente, ao reclamar da demora, ouviu a seguinte consideração: “além de ser atendido de graça ainda reclama, pensando que a gente tem apenas um para atender”. Esse paciente, é o mesmo que há mais de um ano aguarda a promessa de que receberia a “fundo perdido” a construção de um banheiro especial, mas que até hoje, não foi atendido. Enquanto isso continua o passeio dos doentes e o pagamento milionário para instituições terceirizadas que se beneficiam da estrutura e dinheiro público para atender particulares e angariar associados em seus “planos” particulares de saúde, enquanto que a estrutura do Posto 24 horas parece um depósito, como se pode ver pela imagem.

Deixe uma resposta