A atual gestão, até o último balanço de junho de 2019, já havia arrecadado mais de 440,9 milhões e deve chegar ao final com a maior receita de toda a história, prevista para 750 milhões de reais. O valor representará um crescimento de quase 50% a mais do que a gestão anterior (2013/2016, cuja arrecadação também havia sido um recorde 507 milhões, contra os 300 milhões da penúltima gestão (2009/2012). Assim, as duas últimas gestões tiveram um crescimento da Receita de mais de 150%, contra uma inflação que não chegou a 50%, havendo assim, um aumento real da arrecadação de 100%.            

Deixe uma resposta